Dicas de segurança para a criança frequentar piscinas

As piscinas são locais de grande diversão, porém é preciso ter muito cuidado com as crianças próximas a essas áreas, para evitar acidentes, é preciso ficar bastante atento. As crianças são as principais vítimas dos afogamentos e acidentes dentro d’água, e um único descuido pode ser “fatal”, mas algumas ações podem te ajudar a protegê-los neste momento.

Separamos algumas dicas de segurança na piscina, fique atento e guarde apenas boas recordações deste ambiente.

  • A piscina deve ser cercada com grade de proteção com, no mínimo, 1,20 metro de altura de preferência. Os portões de acesso devem ter trancas para que a criança não tenha acesso ou ter sistema de fechamento automático com alarmes sonoros.
  • Quando a piscina não estiver em uso, cubra-a com uma capa de material resistente, que seja capaz de suportar um peso de, pelo menos, 120 quilos, para não ceder.
  • O piso em volta da piscina deve ser antiderrapante para evitar acidentes, como quedas e escorregões, até dos adultos.
  • Ensine, também, as crianças que elas não devem correr em torno da piscina.
  •  Não deixe brinquedos próximos à piscina, assim a criança não tentará ir buscá-los.
  • Equipamentos de manutenção e limpeza da piscina devem estar desligados enquanto as crianças se divertem na piscina.
  • Mesmo que a piscina seja rasa e “dê pé” para a criança ou ela saiba nadar, não a deixe sozinha. Ela pode escorregar desequilibrar ou se assustar com algo na piscina, entrar em pânico e se afogar.
  • Outro ponto importante que deve ser analisado é a grade do ralo de fundo. Se estiver sem grade, quebrada ou mal fixada, a piscina deve ser interditada. Sem a grade de proteção o risco de afogamento fica muito perigoso.
  • Se a criança tiver menos de quatro anos, tem que ter sempre um adulto perto dela, de preferência dentro da água, ou muito perto, ao alcance dos braços. Já crianças mais velhas e acostumadas com a água podem ter supervisão de fora, mas esse monitor deve ficar sempre atento ao que acontece dentro da piscina.

Quanto ao uso de equipamentos de segurança para crianças com a idade menor que quatro anos, ela devem sempre estar usando um colete salva vidas de tamanho apropriado. O colete é melhor do que a boia de braços, porque para eles, a boia de braço pode ser facilmente retirada pelas crianças.

Promova comportamentos seguros para você e para ele e se quiser brincar com os pequenos na piscina faça brincadeiras seguras na piscina. Assim, você garantirá a segurança na piscina para crianças e todos poderão aproveitar o melhor que essa área de lazer tem a oferecer!

Entre em contato conosco.
Fale Conosco. (31) 3383 – 1719
Acesse nosso site: www.versatilpiscinas.com.br/



Deixe uma resposta

Whatsapp