Cuidados com crianças na piscina

Aproveitar uma tarde na piscina é a opção de muitas famílias para driblar esse. Mas é importante ficar atento, especialmente quando há crianças na piscina.

Por isso, separamos algumas dicas práticas que vão ajudar você a garantir que esse momento de lazer seja sempre divertido e prazeroso. Confira!

Nunca deixe a criança sozinha

Não se deve deixar a criança sozinha na piscina ou na praia, nem estar desatento a elas. Lembre que expostas á água, elas estão vulneráveis e é preciso ficar de olho sempre. Mesmo que o seu filho ou a criança de quem você está tomando conta saiba nadar, nunca deixe-o sozinho na área da piscina ou dentro dela. Muitos acidentes acontecem até mesmo em piscinas rasas, como sucção dos cabelos, cãibras e contusões durante os mergulhos.

Tenha Cuidado com as boias

É preciso ter cuidado com as boias de braço e as redondas, pois as crianças podem desequilibrar e ficar com o rosto na água. Tenha o cuidado para que as boias estejam bem cheias e fechadas corretamente, sem rasgos e em ótimo estado de conservação.

Esteja atento à profundidade da piscina

A profundidade ideal para piscinas residenciais fica entre 0,60 m e 1,40 m. No entanto, para o uso infantil, recomenda-se o máximo de 0,60 m. O importante é que a criança consiga tocar o pé no chão sem que água fique acima da altura do peito. De qualquer forma, é importante manter constante supervisão, já que as crianças podem se desequilibrar e engolir água.

Fique longe dos equipamentos de sucção

Oriente as crianças a ficarem longe de ralos e pontos de sucção das piscinas. Elas podem ser puxadas pela sucção por roupas, cabelos e até mesmo braços e pernas, ou se machucar com as ferramentas de limpeza. E verifique o funcionamento diariamente e tampe-os com tampas anti-aprisionamento.

__________________________________________________________

Entre em contato conosco.

Fale Conosco. (31) 3383 – 1719
Acesse nosso site: www.versatilpiscinas.com.br



Deixe uma resposta

Whatsapp